Este período de quarenta e distanciamento social já é bem difícil para nós, humanos,  e nossos animaizinhos também sofrem com isso. Para os cães, ficar mais próximo à família pode ser divertido, por disponibilizarmos mais tempo para eles do que na rotina habitual, porém, não podemos esquecer que nossos medos, ansiedades e estresse podem ser facilmente absorvidos por eles. 

   É importante ficarmos atentos às mudanças no comportamento dos pets na quarentena, como por exemplo, comer compulsivamente, lamber em excesso as patinhas, latir ou miar mais frequentemente. Alguns cães que não se acostumam a urinar em tapetes higiênicos ou jornais (só fazem suas necessidades em passeios ao ar livre), predispondo muitas vezes às cistites e até a formação de cálculos urinários – devido ao fato de realizarem suas necessidades em tempos pré-determinados, fora de casa, o quê neste momento, tornou-se ainda mais restrito. 

Dicas para cuidar dos pets na quarentena

   Evite sair de casa com seu pet, mas se isso não for possível, tome cuidados quanto à limpeza ao retornar à sua casa, higienizando seu pet.

   As patinhas sujas podem ser um excelente transporte para bactérias, por isso a necessidade de higienizá-las (com água e sabão), sempre após os passeios é fundamental; salientando o devido cuidado de secar bem as mesmas para evitar dermatites e fungos oportunistas. 

   A maioria dos cães adoram um passeio, então a necessidade de manter o banho em dia se faz fundamental. É importante lembrar que banhos terapêuticos são necessários para cães atópicos que precisam de cuidados com pele e pelo. Toda a saída de casa deve respeitar as normas de segurança para sua família.

   Para minimizar o estresse do seu cãozinho, brinquedos interativos que liberam ração e petiscos é uma boa opção, respeitando a quantidade diária de alimentação.

Atenção para o comportamento dos gatos

   Já para nossos felinos, o fato de estarmos mais tempo em casa, é extremamente estressante para eles. Gatos são territorialistas e não gostam de mudanças na sua rotina. Não segure e agarre o gato o tempo todo no colo, apesar deles serem fofos, eles ODEIAM esse comportamento humano. Se o gato fugir de você, deixe-o quieto, eles precisam se acostumar lentamente a essa nova rotina onde nós, seus donos, estamos interferindo no seu descanso habitual. O comportamento dos felinos varia muito conforme personalidade de cada um e também conforme cada raça, mas uma característica é igual para todos, o SONO. Felinos fazem pequenos cochilos durante o dia, dormindo em média 16 horas.

   Respeite o espaço que o gato determina como dele, principalmente quando se encontram em locais altos, se eles estão lá é para lhe dar um aviso: “quem manda aqui sou eu”. Devido à sua natureza, os gatos demonstram sobriedade e poder em lugares mais elevados da casa, fazendo jus a sua natureza de ser dominante. 

   Gatos não se contentam com os mesmos brinquedos, precisando sempre de novidade, então ponha sua imaginação à ativa e invente sempre brinquedos novos. Caso haja crianças na casa, escolha horários e brinquedos para ambos interagirem (ex: caixas de papelão com brinquedos pendurados).

   Fique atento também aos hábitos de alimentação dos pets na quarentena, a redução na alimentação ou aumento do seu felino é sinal de alerta.

   Felinos não são tão adeptos a banhos em pet shops quantos os cães. Porém, os mesmos fazem seu ‘banho’ diariamente, lambendo seu corpinho com frequência; mas isso não dispensa a necessidade de uma boa higienização. 

   Devido ao fato dessas lambeduras diárias causarem a ingesta de seus pelos, podendo ocorrer distúrbios digestivos, porém a necessidade de uma boa escovação diária, corte de unhas e limpeza de ouvidos são umas das funções que os pets shops podem lhe oferecer, além de gatos de pelos longos, como os persas, necessitam de escovação diária para manter seus pelos lisos e livres de nós.

Considerações

   Uma dica importante para os pets na quarentena é estipular horário de descanso e brincadeira, isso torna-se necessário para o controle pós isolamento, para que uma rotina seja seguida e não mude bruscamente, inclusive mantê-los sozinhos em alguns períodos do dia é importante, devido a necessidade de descanso diário.

   Aproveite o máximo seu companheiro neste período de distanciamento social, afinal, eles oferecem amor de uma forma singular e lembrem-se: cachorros adoram morar em sua casa já os gatos são os donos dela.